o espaço das minhas coisas

Sábado, 18 de Janeiro Bafafá por Ideia Comunicação

No Dia do Esteticista, conheça as histórias de quem ama a profissão no RN

Desde 2012, o Brasil comemora em 18 de janeiro o Dia do Esteticista. Depilação, tratamentos capilares, limpeza de pele e massagem. Mesmo tendo sua atuação focada em aspectos físicos e visuais, o profissional da estética também cuida da saúde e do bem-estar de quem os procura, principalmente em centros de estética onde os procedimentos acontecem de forma multidisciplinar.

O esteticista da Clínica Emagrecer, Gilson Tessari, de 40 anos, despertou seu olhar para a profissão na adolescência, pois sofria com problema no rosto e precisou de cuidados profissionais. “Sempre gostei de me cuidar e aos 13 anos passei a ter muitas acnes. Foi nessa época que procurei cuidados e fui me apaixonando pelos resultados na minha pele”, lembra. Os estudos para exercer a função começou quando Gilson estava cursando a licenciatura em Filosofia. “Enquanto estava na faculdade, no interior de São Paulo, decidi fazer dois cursos técnicos na área de estética facial e corporal e depois completei com mais cursos ao chegar em Natal”, relata.

Mesmo formado com professor de filosofia, Gilson explica que não se interessou em dar aulas e que se entregou à estética completamente. Em 2020 ele completa 15 anos de profissão. “Amo o que faço. É tão forte e sincero esse sentimento, que as clientes quando me conhecem e passam a ter um contato nos atendimentos, elas acabam sempre verbalizando, o quanto é possível perceber e sentir o carinho e a paixão que tenho por meu trabalho”, revela.

Quem se mostra também como amante da arte de cuidar é a esteticista Vanessa Cabral, de 31 anos. Funcionária também da Clínica Emagrecer, em Natal, ela conta que a profissão trouxe gratas surpresas, como ser referência neste segmento na capital potiguar. “Em 2016, fui fazer um curso de drenagem linfática conhecida internacionalmente no mundo da estética e das famosas. Essa técnica, desde então, fez a minha agenda lotar e até hoje semanalmente existe fila de espera para encaixe”, conta.

A estética possibilitou para Vanessa em quase 16 anos de atuação não só crescimento profissional, mas, também, conquistas para sua família. “Com meu trabalho, conquistei a tão sonhada casa própria, um automóvel e, o principal: poder dar uma vida mais confortável para meus pais idosos”, relata feliz.

Para Gilson Tessari e Vanessa Cabral a estética dá sua contribuição para a sociedade. “O esteticista veio proporcionar mais bem-estar, saúde e autoestima. Principalmente de alguns anos para cá quando se fala de vida saudável”, afirma Vanessa. “As pessoas têm uma visão de Estética ser algo fútil, mas quem se dá a oportunidade de passar por algum tratamento, percebe o quão transformador é, o quanto aquele tratamento mexe com a autoestima de cada um e traz transformações”, finaliza Tessari.

 

COMPARTILHE