o espaço das minhas coisas

Quinta, 16 de Janeiro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação...

Propaganda de qualquer governo no estilo clip, só dizendo que o governo faz, é exemplo do mais puro desperdício de nossa grana em algo totalmente desnecessário.
Publicidade governamental deveria ser só para campanhas de interesse público e esclarecedoras de temas fundamentais.
Estes dias assisti uma daqui do governo do RN, que se diz socialista, ainda não pagou os atrasados, gastando fortunas com clips de musiquinhas e imagens, muitas das quais mentirosas, uma vez que mostram coisas lindas, mas que na realidade não funcionam ou não são como romanceadas.
Que situação, rapá...

Quarta, 11 de Dezembro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação, rapá...

No Brasil moravam índios e chegaram os portugueses, espanhóis, franceses, holandeses, africanos, depois fugindo de guerras, crises econômicas, foram chegando alemães, japoneses, italianos, hoje somos o mundo, a mistura das raças, então por qual razão discriminar, ter preconceitos, racismo, homofobia etc e tal? Nossa beleza é a fusão, o abraço amigo, miscigenação, a aceitação do conjunto, o preto, branco, amarelo, o rico, pobre, espírita, evangélico, católico, umbandista, hindu, flamenguista, corintiano, o sulista, nordestino, nortista, agropecuarista, surfista, dentista, direitista, esquerdista, frufru, hétero, budista, jornalista, o maracatu.

Adoro a diversidade, esse povo plural, o país colorido, místico, de natureza sem igual. Eita Brasil legal, muito doido, empoderado, repleto de grapette, coca e guaraná. 

Que situação, rapá...

Quarta, 04 de Dezembro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação, rapá...

Fim de ano é tempo de retrospectivas e avaliações, aí lembrei de algumas coisas do fim de 2018, especialmente uma ligação telefônica desesperada de pessoa próxima, familiar, nível superior, a uma outra pessoa próxima, onde soluçando dizia Ele Não, apelando a Deus e a tudo que fosse necessário. Quase chorando dizia que os negros seriam exterminados, homossexuais para a câmara de gás, instalariam o nazismo e íamos viver nas trevas. Assustado vi o grau de loucura que alguns chegaram na absorção da propaganda nazista da esquerda. UM ano depois os índices de violência caíram em geral, todas as minorias que sofreram negatividades creditam as lamentáveis ocorrências aos machistas e homofóbicos de sempre, o até hoje 17, quase 38, não perseguiu e nem encaminhou para a câmara de gás ninguém, até visitou Israel, junto com Moro prendeu uma carrada de traficantes de drogas, e só não está tendo melhor performance contra bandidos em geral por causa da luta diária e constante da esquerda para liberar, soltar e até elogiar ladrões, como Lula faz abertamente em suas palestras gratuitas para seus devotos alucinados, sem falar que agora não quer mais ser o Santo dos Batedores de Celulares, quer mesmo é virar o Guru do Caos Total, quando em toda oportunidade convoca a população ao quebra-quebra, plantando anarquia e colhendo vaias e gritaria contra, por onde tenta ir conversar merda e vomitar ódio. Está aí um ano bom para se avaliar o Ele Não. País crescendo, voltando a normalidade econômica, índices ruins caindo, tendo a petezada ainda umas migalhas para entretenimento, como frases atrevidas do presidente, peitadas dos ministros, além de decisões a direita, que deixam a esquerda bêbada. O danado é que embriagados por Lula, alguns falam do Norte do governo atual, como se os eleitos para agradar um outro tipo de situação, tivessem a obrigação, de ser como eles querem que seja, num claro caso de loucura plena, pois o único governo que foi eleito para fazer uma coisa e fez outra, foi o que eles querem de novo, pois prometeu acabar com a corrupção, e a tornou sua maior ação. Agora é tarde, tem muitos bares por aí, samba, festas populares, cerveja, tem o Natal, 2020, muitas retrospectivas na TV, nem tudo está perdido meu irmão. Que situação, rapaz...

Quarta, 04 de Dezembro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação...

Índices negativos não são imediatos. Normalmente refletem políticas de 5 a 13 anos atrás.
Andamos recebendo negatividades sequenciais em várias áreas.
Todas apontam para quem estava no poder neste tempo de aferição mais justa: o PT.
Eis a maior farsa brasileira, um partido que produziu a maior crise econômica de todos os tempos, a maior e mais abrangente corrupção sistêmica e governamental, nos colocou abaixo de tudo que não presta, e o pior, obscureceu a visão e a percepção de gente que fez até pós-DOC.
A farsa do povo em avião, classe baixa virando média, ascensão de alguma coisa, essa vã pretensão rebaixada pela realidade, as hipócritas afirmações desamparadas pelas marcas reais das aferições generalizadas, revelam muito mais das mentiras falsificadas e das visões estrábicas de petistas devotos, que das coisas concretas e palpáveis.
Governos petistas criaram um país de Cinderelas, capitães ganchos e sacis pererês, sendo que no extrato da relação, o sapato da bela não era de cristal e o príncipe escafedeu, o pirata só roubava para sí e sua trupe e o Saci, coitado, como mambembe caricato de povão, só servia a propaganda neonazista bem petista, ao Estado tudo, a nação pulos e pulos de intensa sofreguidão.
Que situação, rapaz...

Segunda, 11 de Novembro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação...

Vejam o tempo que os ditadores esquerdistas passam no poder.
Aderem a democracia como ponte, depois constroem muros.
E querem eternidade e recebimento de dólares dos países hermanos mais ricos. Como eles dizem, quando estão no poder, ninguém larga o bolso de ninguém e a ajuda não é paga, serve para manter a unidade socialista.
O povo que se dane, vale tudo para manutenção no poder.
Enquanto a casa não cai, transferem dinheiro para exterior em nome de laranjas e vivem no luxo.
Aqui mesmo o capo só anda de jato.
Que situação, rapá...

Vou logo deixar aqui bem claro, sou anti PT convicto, por várias percepções que tenho do cenário, apoio 17 pela pauta econômica e algumas outras, mas não defendo seus filhos, Queiroz e nem ele de investigação, suspeitas, nada.
Por mim devem dançar caso tenham algum problema, minha torcida é pela permanência do PT longe do poder.
Pelo menos enquanto essa turma atual ainda mandar no pedaço.
Que situação, rapá...

Várias facções esquedistas, inclusive por aqui, se destacam por corrupção, fraude, cooptação da mídia, tráfico de drogas, censura, intimidação, mentiras repetidas exaustivamente, depredação, quebra do patrimônio público, uso indevido das mídias sociais, sequestros, aparelhamento estatal, ações antiecológicas e, o pior, posam de honestos, humanistas e ecológicos.
Farsantes com líderes carcomidos e intolerantes.
Direita tem, também, mas vejo a esquerda muito mais ativa nesses requisitos citados.
Por aqui já identificamos o modus operandi e vivendi da turma, agora é peitar, destronar, encarar e torcer para que os no poder, coloquem o Brasil nos trilhos do desenvolvimento e do respeito ao bem público.
A luta é constante e em várias frentes.
Avante.
Que situação, rapaz...

A filosofia do STF liberou uma ruma de corruptos de alto potencial negativo, e mantém presos uma reca de pequenos delinquentes.
A dosimetria das penas tão faladas em sentenças diversas, não encontra simetrias em percepções supremas.
O mais incrível é que a defesa do decidido é radicalmente contra o que prega a esquerda. Que rendida a um ladrão ilusionista, se agarra a supremos ideológicos na defesa de decisões sem lógica pro povo sofrido e vitimado.
Que situação, rapaz...
Ps - não sei se os devotos de Lula entenderão o post. A droga do tal Estado Democrático de Direito e o crack da constituição lhes tiraram a clareza e a discernimento.
O único entendimento que lhes cabe na carapuça da insanidade, é o livramento do louco/mentiroso/incendiário LULADRÃ0.
Sempre e mais uma vez, que situação...

Sábado, 09 de Novembro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação, rapá...

Uma sociedade progride quando uma dúvida de algo, interpretação de leis dúbias etc, tem como norte o interesse do conjunto da sociedade, levando em conta as circunstâncias e o momento vivido. 
Quando se interpreta um babado controverso, por um lado prejudicial ao conjunto da população, a fragilizando em prol de grupos, uma pessoa, é de uma crueldade sem tamanho. 
Mudar uma interpretação em vigor por anos, após a prisão de um capo, por ele ter ainda certa devoção e por uma certa gratidão, é uma atitude cruel, fascista, passível de ampla reprovação por suas consequências, digna de indignação por sua inconsequência, uma decisão que não só libera um ladrão para ficar jogando praga em nossa harmonia, e sim proporciona ao Brasil o retorno de inúmeros  criminosos, de todos os tipos, indignando vítimas, famílias, causando estupefação, impotência, medo, revolta. 
A decisão estapafúrdia de alguns supremos insensíveis e indignos da toga, merece repúdio, atitude parlamentar para conserto urgente, essa gente não pode vencer com seus argumentos indecentes, empoderadores de mais criminalidade, premiação de bandidagens, fico me questionando, esse povo hiper protegido, rico, não tem coração?
Que situação, rapaz...

Sexta, 08 de Novembro Que Situação por Flávio Rezende

Que situação, rapá...

13 nem respirou a liberdade direito e já começou a vomitar besteiras.
O sucessor de Dilma promete diversão todos os dias até retornar a seu correto lugar.
Que situação, rapá...

Tenho a impressão que Lula vai ser desmoralizado de vez. Uma vez solto vai ficar pastando em currais com seu mugido odioso, atraindo poucos devotos, elegendo o Nordeste para suas aparições, conseguindo creio eu, pouca adesão e pífia mobilização.
O marajá não vai usar seus recursos, pois covarde e safado como é, prefere as tais vakinhas modernas, alisando seus devotos e lhes causando baixa financeira.
Anda dizendo que vai morar no Nordeste, que será seu exílio, pois nas demais regiões não conseguirá mobilidade, uma vez que nestas paisagens já se sabe de suas malandragens.
Por aqui cuidaremos de desmistificar o ilusionista ladrão.
Que situação, rapaz...

A lei é a mesma, o olhar diferente. Tem a turma da gratidão pela indicação e o olhar ideológico, norteando atuação para agradecer por ali estar e fazer sua turma vencer.
Tem os que observam a repercussão das decisões para o tecido social, costurando suas posições não como agradecimento ou partidarismo, sim como o melhor para a sociedade.
A primeira turma venceu, demonstrando ser preciso tirar de presidentes, as indicações.
A composição suprema não deve ser receita de chefs de plantão.
Que situação, rapaz...

Os democratas de araque não deixam Rogério Marinho ser homenageado.
Uma vez no poder o que esperar destes arautos da democracia?

Posso estar errado, mas 17 ainda não foi ao TT revelar chateação com o STF?
Não seria para ele ser o mais barulhento nesse babado?
O 17 anda muito ouriçado em temas ambientais, e meio desabientado em temas supremos.
Que situação, rapaz...

A torcida dos homicidas, estupradores, traficantes, corruptos, festeja.
O Brasil honesto lamenta.
STF bate continência para quem não presta, só nós resta mudar isso pelo parlamento, um ninho difícil de muitos meliantes militantes.
Vamos ver se temos maioria.
Que situação, rapaz...

Só o Mengão salva...

Gilmar era o mais fervoroso defensor da prisão após segunda instância. Mudou. Que aconteceu?
Aceito opiniões.
Que situação,rapaz...

Adoro quando alguém me chama de você. Senhor me envelhece, doutor é falso, mestre meio boçal.
Você nos humaniza, não agrega pesos, responsabilidade, falsidade, pelo contrário, você é leve, democrático, sem medalhas, é a interação mais sensata e correta entre seres em geral.
Quando um ministro pragueja contra um "vocês", mostra uma corte que se julga sobre-humana, acima, elitista, isolada, desumana.
Que situação, rapaz...

Assistindo algumas séries sobre o passado, fico estarrecido com a violência gratuita dos antepassados.
Hoje, mesmo com regulações e certas regras, ainda temos jogo bruto na área.
Aqui no Brasil ando muito preocupado. Nas fronteiras chegam fumaças não de queimadas amazônicas, mas de barricadas ideológicas.
Aqui dentro temos um governo reformador e incendiário ao mesmo tempo. Neste cenário o pavio curto pode ser aceso, e tudo feito, desfeito.
Nesse cenário incerto, todos os lados acham que tem razão em suas posições.
Sei não, ando pensando que a sina do terráqueo em geral é de pequenos espaços de bem aventurança e, muitos de, desesperança e destruição.
E o pior é que em meu interior, ando pensando que esse lance de extraterrestre é balela. Somos só nós e, em sendo, vamos indo devagar mesmo, uns poucos passos adiante, muitos atrás.
Sem a esperança de que o que está além de fato existe, fica nossa incompetência na harmonização redentora.
Particularmente sou feliz, mas podia ter muito mais gente igual por perto.
Que situação, rapá...

Uma pessoa pega dinheiro das outras propondo um negócio que chamamos popularmente de pirâmide, e que historicamente termina em ruínas.
Para provar que funciona o idealizador aparece bebendo bem, viajando sempre, luxando muito, isto é, gastando tudo.
Como alguém livre das ilusões promovidas por dinheiro fácil e vida de rei acredita num negócio assim?
Um amigo corajosamente afirmou num post que acha é bom quem se lascou.
Não tenho essa coragem, mas vejo certo sentido no que ele postou.
Que situação, rapá...