Domingo, 30 de Abril Vídeos da Vida por Flávio Rezende

Brincando com Mel

Sábado, 29 de Abril Notícias por Haroldo Mota

Dadau diz sim a Maratona dos Baobás

Olha quem vai participar da Maratona dos Baobás.  

CARLOS EDUARDO NASCIMENTO, economista, carinhosamente conhecido por DADAU, fala sobre sua participação na Maratona dos Baobás que acontece dia 21 de maio de 2017.

 

1) DADAU, conte um pouco sobre você? Meu nome é Carlos Eduardo Nascimento, sou economista, tenho 61 anos, casado, pai de 4 filhos, 3 netos e 1 a caminho.

2) Como foi que começou na vida esportiva? Começou na escola. A princípio, como também bom brasileiro, jogando futebol, tentando ser da equipe da Escola (inicialmente Marista, depois ETFRN), depois entrei para os times de volei, futsal, handebol e basquete. Foi necessário fazer a opção para apenas um esporte, então fiz opção pelo volei. Depois de "velho" comecei a participar de corridas.

3) Como é a relação e o envolvimento da sua família com o esporte? Total. Além dos desportos, volei, basquete, todos participa de corridas.

4) Quantas corridas você já participou? Não sei informar, mas já tem algumas dezenas.

5) Qual foi a mais difícil e a mais prazerosa? A mais difícil foi a primeira, Corrida do Bom Preço e a mais prazerosa a Meia Maratona do Rio, 2014. 

6) Qual foi a motivação para participar da Maratona dos Baobás? Por se tratar de uma corrida que irá privilegiar uma árvore emblemática para Natal e o RN, resolvi prestigiar.

7) De qual percurso será sua participação? Por força de limitação física vou pra os 10k.

8)  O que significa esporte para você?

Esporte significa união, companheirismo, inclusão. A participação nos grupos de corrida me permite ficar um tempo maior com meus amigos. 

9) Uma mensagem? Se permita participar de eventos esportivos, nada mais significativo do que você se sentir capaz de realizar atividades que te darão prazer.

 

 

 

Evento: Maratona dos Baobás

Modalidades: Corrida Solo 10Km, Corrida Solo 21Km, Corrida Solo 42Km, Idoso - Corrida Solo 10Km, Idoso - Corrida Solo 21Km, Idoso - Corrida Solo 42Km

Data do evento: 21/05/2017

Horário: 05:00

Período de inscrição: 03/02/2017 a 10/05/2017

Local: Árvore do Baobá - Rua São José, bairro Lagoa Seca.

Cidade: Natal/RN

Organização: ONG Baobá - Haroldo Mota (84)99927.6555 Tim ou (84)98845.4603 Oi

Status: Evento Confirmado

Outras informações:

O atleta estará inscrito após o pagamento da taxa de R$ 75,00 (setenta e cinco reais), até o dia 11 de abril de 2017, após esta data, o valor da inscrição passará a valer R$ 90,00 (noventa reais), onde já estão inclusos as taxas de conveniência do site e o seguro individual por atleta.

A Maratona dos Baobás é em superfície de asfalto. O percurso engloba ruas, avenidas e vias dos municípios de Natal, Parnamirim e Nísia Floresta, com os seguintes traçados: R. São José, Av. Bernardo Vieira, Av. Prudente de Morais, Av. Pref. Omar O’Grady, BR-101 - sentido Parnamirim, estrada RN 063 para Nísia Floresta e ruas da cidade para completar os 42,195 km. Oficialmente, nenhuma via será interditada, havendo paralisações momentâneas por parte das autoridades de transito.

A largada de todas as provas da Maratona dos Baobás, acontece às 05:00h, para todos os atletas inscritos, não havendo distinção de distância,

Sábado, 29 de Abril Que Situação por Flávio Rezende

Avaliando as manifestações

Um protesto deve ter uma finalidade. No caso de ontem creio que era mostrar insatisfação com duas reformas. 
A primeira coisa para atingir o objetivo era definir um local e um dia para revelar essa insatisfação.
Escolher um dia útil parece ser algo estranho pois antagoniza logo patrões e empregados. 
Não me parece uma boa estratégia jogar uns contra os outros. 
Ocupar avenidas importantes em dia útil me parece uma decisão no mínimo contra o direito de mobilidade de quem não quer participar, que no caso de ontem foi a imensa maioria da população potiguar, uma vez que numa população de 800 mil habitantes, informações mais sérias apontam uma manifestação com umas 30 mil pessoas.
Depredações, pichações e cerceamento de mobilidade também não considero boas ações para a obtenção do resultado pretendido. 
O que resultou de concreto? As pessoas que participaram das manifestações ficaram felizes  pois se encontraram, confraternizaram, ouviram discursos que corroboram sua maneira de pensar e ficaram estimuladas para novas ações. 
Os deputados e senadores que vão votar as reformas parecem já estar conscientes de suas posições.  Alguns em entrevistas disseram estar pasmos com a violência de alguns.
O nosso Rogério Marinho teve seu prédio vandalizado. Deve ficar mais puto ainda e se esforçar em dobro para aprovar as reformas.
Temer deve ter se assustado com blocks perturbando o sossego dos seus vizinhos paulistas. Deve se empenhar mais ainda para aprovar e tem o poder da caneta.
Parece que o objetivo de reformar as reformas se complicou com os eventos idealizados. 
A estratégia me parece fadada ao insucesso.  De resto deu uma liga a mais ao pessoal que acredita em Lula. Ele precisa desse oxigênio pois Palocci e uma ruma de ex amigos mecenas andam falando coisas estranhas sobre a mania que o senhor Lula tinha de pegar propinas para si.
Enfim, sobre as reformas acho necessárias com algumas considerações sobre alguns pontos.
A esquerda precisa avaliar melhor a condução de suas lutas. Se deixar isso a cargo da CUT e do PT lascou. A dupla só pensa em sobreviver e para eles a turma que veste abadás e grita palavras de ordem é apenas massa de manobra.  Uma gigante OAB gratuita na arena dos metidos a alfabetizados políticos. 
Que situação...

Sábado, 29 de Abril Notícias por Flávio Rezende

Isadora Rezende com concerto em maio

Prodígios 

Sábado, 29 de Abril Notícias por Lula Belmont

Clara e Talma no Bardallos

Sábado, 29 de Abril Meus escritos por Flávio Rezende

A IMPRESSIONANTE E MISTERIOSA QUESTÃO DOS OVNIS

            Tenho uma relação bem saudável com o assunto objetos voadores não identificados. Confesso que tempos atrás, consumia literatura sobre o assunto, admirava meu irmão Fernandinho que curtia o tema junto a amigos, numa espécie de ufologia esotérica, participei e, ainda gosto do Grupo Atlan, que associa a volta de Jesus em naves extraterrestres e, pessoalmente tenho relatos nesta área.

            Por volta dos meus 20 anos, era um rapaz ativo, escrevia muito, participava de tudo, um vulcão em termos de movimentação e interesses. Tudo quanto é assunto eu jogava meu olhar, tendo lido a respeito de pirâmides, avatares indianos, cristais, macrobiótica, vegetarianismo, religiões em geral, tive incursões pela Ordem Rosacruz e solicitei material de diversas ordens místicas.

            Neste mesmo tempo, vendia salada de frutas nas praias, produzia jornais alternativos e, juntava dinheiro para curtir o Brasil, sempre de ônibus. Numa dessas viagens, próximo à cidade de Ilhéus (BA), todos nós que estávamos no carro que seguia com destino ao Rio de Janeiro, percebemos no céu um objeto que realizava manobras radicais, indo de um lugar a outro em segundos. Avistamos alguns outros carros parados no acostamento e nos reunimos ao grupo. Ficamos então observando e, saímos convencidos de que era um disco voador.

            Ainda nesta fase de muita busca, fui bater com amigos em Fortaleza. De lá, turbinados por coisas não muito recomendáveis e, já devidamente superadas, fomos bater em Canoa Quebrada. Foi uma daquelas noites em que viramos, animados por mulheres e conversando aceleradamente sobre os mais variados assuntos.

            Cansados de tanto auê decidimos seguir para as dunas, de onde iríamos ver o nascer do sol de camarote. Um pouco antes de a luz clarear a vida mundana, surgiu no céu ainda escuro, um objeto igualmente estranho, realizando manobras tão malucas quanto nossas mentes potencializadas.

            Devido ao momento maluco-beleza em que estávamos não tenho como saber até que ponto havia um disco no céu ou, se era uma alucinação coletiva, induzida por um primeiro e seguida, pelos demais.

            Bem, de lá para cá, o assunto foi cedendo lugar para outros, uma vez que vivemos muito de fases. Hoje, gosto de assistir relatos na TV, mas, não compro mais livros e nem assino mais a UFO.

            A minha grande questão hoje é, depois de tantos e tantos anos de estudos, observações, relatos, imagens e mil coisas, em todas as partes do mundo, vindas de pessoas muitas vezes confiáveis, de todas as idades, religiões, que não ganham nada com isso, muito pelo contrário, às vezes ficam expostas ao ridículo, como é que com tanta coisa dita, escrita e relatada, ainda não temos certeza que os discos voadores realmente existem?

            O tempo passa e não podemos dizer como dois mais dois são quatro que eles realmente estão por ai, como pode que depois de tantas aparições eles não cheguem ao ponto de ocupar uma cadeia mundial de TV e anunciar abertamente e definitivamente que também existem neste vasto universo em expansão?

            Se diante de tantos casos, acredito que milhões de casos diversos, se um só, unzinho apenas for verdade, então eles existem, então por qual motivo esses caras não chegam de vez para nos fazer companhia, compartilhar conhecimento, aumentar a família?

            Eis mais um grande mistério ao qual estamos mergulhados. Some-se a ele o mistério sobre nossa origem e destino, o tal de onde viemos e para onde vamos que, a despeito de muitas explicações, ainda não tem uma resposta final e aceita por todos.

            E assim caminha a humanidade, dividida em continentes, hemisférios, países, estados, cidades, municípios, bairros, ruas, casas, quartos, camas e, com pessoas igualmente divididas em times, religiões, interesses, partidos, mas, juntas num só dilema, o de não saber com certeza absoluta, grandes enigmas que persistem apesar de escrituras maias, incas, astecas, católicas, hindus, judias, espíritas, místicas...

Sexta, 28 de Abril Bafafá por Flávio Rezende

Petistas e cutistas ofertam farto material para campanhas futuras

Se o PT queria um discurso eleitoral cavou mais uns palmos da cova.
Se queria adesão, obteve ojeriza. 
Se pensava em apoio, colheu solidão. 
Se objetivou se dar bem, na verdade se lascou.
As cenas pesadas e incontestáveis de uma manifestação forçada e nitidamente manipulada estão ai fornecidas pelo partido e centrais sindicais cooptadas.
Mais uma homérica cagada do PT. 
Tem material ai para muitos posts e campanhas.
E a direita ou quem for que seja não precisou gastar uma pataca furada.
Os universitários, cutistas e petistas pararam para fornecer o melhor e maior material contra eles mesmos.
Imagens, fatos e fotos estão fartos por ai.
Que situação...

Sexta, 28 de Abril Vídeos da Vida por Flávio Rezende

Vou sendo como posso...

Tenho uns amigos da área cultural e até jornalistas que tem postura morna pró PT.
Mas ao encontrar socialmente e bater um papinho percebo que são críticos do partido.
Como são ao vivo de uma maneira e nas mídias de outra, percebo que o ambiente em que a pessoa convive influencia algumas de suas posições.
Muitos artistas vivem em ambiente cultural bem petista, ai ficam receosos da patrulha ideológica que é mais forte nas esquerdas, que na direita, por mais incrível que pareça, ai ficam naquela posição nem tão firme, mas não tem coragem de expressar algumas coisas que sentem e manifestar alguns desejos de rever certas coisas.
O ambiente intimida e muitos, na direita também, ficam ali quietinhos.
Apesar de ser do ambiente cultural, jornalístico e de trabalhar no Centro de Humanas da UFRN, não tenho receio de dizer o que penso e de expor o que acho certo.
Também não deixo de ser o que sou pelo medo de perder amigos. Se eles querem partir, tchau.
Estou muito interessado em ser eu mesmo e desmistificar essa aura de santo que nunca solicitei e nem tenho interesse de ostentar.
E assim, feito Novos Baianos, vou sendo como posso...

Sexta, 28 de Abril Notícias por Flávio Rezende

Bazar das Amigas na ED - participem

Sexta, 28 de Abril Que Situação por Flávio Rezende

Ações do PT encaminham partido para a lama da história

Já perceberam como o Partido dos Trabalhadores só dá cagada?
No impeachment todas as suas táticas, movimentos e ações foram errados. Todos. Nada que o PT fez ajudou Dilma a ficar. 
Apesar de pagar a preço de ouro do melhor quilate a assistência dos melhores advogados do Brasil e de ainda ter boa parte da estrutura de comunicação cooptada via Odebrechet, o PT simplesmente não deu uma dentro.
Depois a coisa continuou desandando e nas eleições o partido foi praticamente varrido nos municípios.
Agora convoca uma greve geral e o resultado está ai. Quem aderiu foi uma pequena minoria que optou não por discutir o assunto em fóruns, seminários ou num debate aberto em praça pública.
A opção petista/cutista foi queimar pneus, impedir que o transporte funcionasse e estressar a imensa maioria do povo.
Resultado da ação: mais ódio, mais raiva, mais chateação com o partido.
Assim o PT vai cumprindo sua sina de estraçalhar toda a luta histórica das esquerdas, vai se implodindo e jogando na vala comum dos farinhados do mesmo saco, lutas e pautas, que na verdade nem eram mais para existir.
Mas no lugar de expurgar esses traidores, ladrões e esmagadores das causas operárias, sociais e trabalhistas, universitários, sindicalistas, petroleiros e outros mais preferem apoiar ainda este partido, lançar Lula presidente, ajudando assim a afundar de vez tudo que foi duramente conquistado.
E tem gente se considerando altamente politizado, com leitura e alfabetizado politicamente, achando o PT e Lula os condutores de um novo aeon. Deviam ouvir mais Raul Seixas.
Sinceramente...
Que situação...

Novo Aeon
Raul Seixas

O sol da noite agora está nascendo
Alguma coisa está acontecendo
Não dá no rádio e nem está
Nas bancas de jornais

Em cada dia ou qualquer lugar
Um larga a fábrica e o outro sai do lar
E até as mulheres, ditas escravas
Já não querem servir mais

Ao som da flauta da mãe serpente
No para-inferno de Adão na gente
Dança o bebê
Uma dança bem diferente

O vento voa e varre as velhas ruas
Capim silvestre racha as pedras nuas
Encobre asfaltos que guardavam
Histórias terríveis

Já não há mais culpado, nem inocente
Cada pessoa ou coisa é diferente
Já que assim, baseado em que
Você pune quem não é você?

Ao som da flauta da mãe serpente
No para-inferno de Adão na gente
Dança o bebê
Uma dança bem diferente

Querer o meu não é roubar o seu
Pois o que eu quero é só função de eu

Sociedade alternativa, sociedade novo aeon
É um sapato em cada pé
É direito de ser ateu ou de ter fé

Ter prato entupido de comida que você mais gosta
Ser carregado, ou carregar gente nas costas
Direito de ter riso e de prazer
E até direito de deixar Jesus sofrer

Dança o bebê
Uma dança bem diferente
Querer o meu
Não é roubar o seu
Pois o que eu quero
É só função de eu
Sociedade alternativa
Sociedade novo aeon
É um sapato em cada pé
É direito de ser ateu
Ou de ter fé
Ter prato entupido de comida
Que você mais gosta
É ser carregado, ou carregar
Gente nas costas
Direito de ter riso e de prazer
E até direito de deixar
Jesus Sofrer